GP de Miami bateu recorde da F1 na TV nos EUA

O GP de Miami estabeleceu um novo recorde para a maior audiência de F1 na televisão ao vivo nos Estados Unidos.

A F1 adicionou a segunda corrida nos Estados Unidos, em uma tentativa de capitalizar o mercado em constante crescimento, principalmente pelo trabalho que a Liberty Media fez desde a aquisição da categoria em 2017, de Bernie Ecclestone.

O crescimento também foi impulsionado pela série documental de sucesso da Netflix, ‘Drive to Survive’, com números recordes no GP dos EUA no Circuito das Américas na temporada passada.

Em Miami, toda a semana de preparação foi centrada em fornecer um espetáculo para os fãs no circuito e em casa, garantindo que o evento oferecesse atrações por toda parte.

O esforço em torno do mais novo evento do calendário, claramente valeu a pena, pois a corrida estabeleceu um recorde de maior audiência para uma corrida de F1 ao vivo na televisão dos EUA.

A organização afirmou em um comunicado: “A cobertura ao vivo da corrida de domingo pela ABC estabeleceu uma audiência média recorde de 2,6 milhões, a maior audiência de uma corrida de F1 ao vivo na televisão dos EUA. A qualificação de sábado na ESPN teve uma média de 953.000 espectadores e uma audiência de 398.000 assistiram ao treino 1 de sexta-feira na ESPN 2. Ambos representam a maior audiência para uma sessão de qualificação ou treinos desde que a F1 retornou à ESPN em 2018”.

 

Um dos principais objetivos da Liberty Media desde que assumiu o comando da F1, era atingir o público-alvo mais jovem, e tornar a categoria mais atraente e relevante para essa audiência.

Os eventos promocionais e o suporte repleto de estrelas, bem como a localização, funcionaram claramente nos Estados Unidos, enquanto a nova geração de carros de F1 e o ‘efeito Netflix’, também proporcionaram crescimento nas cinco primeiras corridas.

“A corrida teve uma média de 735.000 espectadores na faixa etária de 18 a 49 anos”, continuou o comunicado. “Nos EUA, em cinco corridas, a temporada 2022 da F1 tem uma média de 1,4 milhão de espectadores por corrida, 49% acima da média da temporada 2021 (949.000 espectadores) e 131% acima da média da temporada 2020 (609.000 espectadores). A média sazonal do ano de 1,4 milhão de espectadores, é 53% maior do que a média de 922.000 nas primeiras cinco corridas da temporada de 2021”, encerra o comunicado.